Unidade recebe mais de 100 obras literárias para socioeducandos

Ao longo de todo o ano e, especialmente, neste período de medidas para prevenção ao Coronavírus _ onde as visitas familiares e atividades escolares estão suspensas_, a leitura tem se tornado um grande aliado no trabalho desenvolvido com os socioeducandos da Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase).

As unidades disponibilizam livros ou são equipadas com salas de leitura, cujo atendimento é realizado por agentes socioeducativos. Grande parte dos livros distribuídos nos Centros vem de projetos, doações de entidades e da comunidade, além do acervo dos Bancos Sociais/Banco de Livros.

Na última semana, por exemplo, o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Novo Hamburgo recebeu 124 títulos literários da Secretaria Estadual de Saúde para o Caseoteca (como é chamado o espaço de leitura dos jovens), a partir da habilitação da unidade na Política de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em Conflito com a Lei (PNAISARI). “São livros que os jovens costumam ler bastante, como a coleção completa do Harry Potter. Obras que eles gostam e são adequadas para idade deles”, disse a psicóloga do Case NH, Analice Brusius.

 Doações

A Fase aceita doação de livros, desde que estejam adequados aos requisitos pré-estabelecidos e constantes no site da Fase. Os exemplares podem ser entregues na Sede Administrativa da Fundação (Avenida Padre Cacique, 1372), na Diretoria Socioeducativa (DSE). “As doações recebidas em Porto Alegre, pela equipe da DSE/CP através do seu núcleo específico, são distribuídas entre os Cases que possuem interesse. Além deste canal de doação, os Cases têm autonomia para receber os livros, sempre seguindo as orientações que constam em nosso site”, explica a coordenadora pedagógica da Fase, Janaina Mildner.

 O que recebemos preferencialmente:

– Literatura juvenil

– Livros e revistas em quadrinhos

– Livros de contos e crônicas

– Livros paradidáticos

– Livros ilustrados

Não recebemos:

– Fotocópias de livros, recortes de revistas e jornais

– Coleções de jornais e revistas (exceto em quadrinhos)

– Trabalhos elaborados por estudantes ou empresas que não tenham sido publicados

– Enciclopédias com mais de cinco anos de publicação

– Livros didáticos

– Mídias obsoletas – VHS, fitas-cassete, disquetes, etc

– Livros em espiral e com folhas soltas

– Livros com insetos, fungos, mofados, sujos e/ ou contaminados

– Obras com o papel desidratado e faltando pedaços

– Obras com rasuras ou anotações

– Livros faltando páginas, folha de rosto e capa

– Livros cujo assunto não seja de interesse do público adolescente

Doação

616 visualizações 1 visualizadas hoje