Socioeducando é aprovado para curso tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Fase

Sheila Machado (pedagoga), Bruna Cunha (Ass. de Direção), adolescente e Márcio Negreiros, diretor interino.

Um jovem que cumpre medida na Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase) foi aprovado no curso tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, em uma instituição de ensino superior  de Porto Alegre.

O socioeducando era aluno da Escola Estadual Tom Jobim, que fica na unidade do Poa I da Fase, e prestou as provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) no ano passado. Com a nota do exame, ele ingressou na instituição. 

O estudante, que cumpre medida de Internação com Possibilidade de Atividade Externa (ICPAE), fará o curso na modalidade à distância e, uma vez por semana, presencialmente. “Estou muito feliz, era um sonho que eu tinha de estudar. Sempre tive interesse por computador, por esta área, e é a oportunidade que estou tendo de escrever um futuro melhor”, disse. 

A notícia foi celebrada entre os servidores, que acreditam que a aprovação servirá de exemplo. “O reflexo é muito positivo, pois se percebe que pode haver uma  mudança de vida quando se tem interesse. Tudo é uma questão de escolha” , afirma o agente socioeducador, Márcio Negreiros.

Em 2019, 58 socioeducandos da unidade do Poa I prestaram a prova do Encceja, 13 conseguiram certificação parcial, três receberam certificação para o ensino fundamental e dois para o ensino médio.

731 visualizações 1 visualizadas hoje