Fase realiza ambientação para servidores em formato de bimodalidade

Servidores da Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase) que irão atuar no Centro de Atendimento em Semiliberdade de Uruguaiana participaram ao longo da última semana de uma ambientação/formação bimodal, ou seja, presencial e online. Esta foi a primeira vez que a Fase realizou uma atividade neste modelo. “Durante a formação, comentei de que eles estavam vivenciando um momento histórico, que era a primeira vez que estávamos conseguindo fazer a composição de colegas de vários pontos do Rio Grande do Sul para auxiliá-los nesta nova missão, onde as algemas são as palavras, o acolhimento o vínculo”, relata a Chefe do Núcleo de Treinamento, Estágios e Voluntariado (NTEV), Josiane Monaco.

Acompanharam presencialmente a formação a Chefe do Núcleo de Medidas Socioeducativas, Irene Boucinha, a Diretora do Centro de Atendimento em Semiliberdade de Caxias do Sul, Alexandra Bittencourt e a analista do NTEV, Denisse Fagundes. Virtualmente, a Coordenadora de Formação Permanente (CFP), Lucia Capitão, a Diretora Socioeducativa da Fase, Claudia Patel, o Diretor da Centro de Atendimento em Semiliberdade de Santo Ângelo, Danilo Paim, a Psicóloga do Centro de Internação Provisória Carlos Santos (CIPCS), Fernanda Almeida, a Pedagoga do Núcleo de Escolarização, Cintia Ximenez, a Chefe do Núcleo de Segurança, Rochele Luz, o Pedagogo do Núcleo de Acompanhamento de Egressos, Claudino Troian e a Psicóloga do Centro de Atendimento em Semiliberdade de Santa Maria, Cássia Drago. Na organização, suporte e execução das atividades virtuais, Josiane Monaco e Alice Sippert (NTEV).

Inovação

O formato bimodal foi organizado de forma conjunta pela CFP e Diretoria Socioeducativa (DSE) de maneira a contemplar os conteúdos necessários, possibilitando a troca de experiências sobre socioeducação entre diversos profissionais e também a construção de material teórico e prático de maneira colaborativa.

Ao fim da formação, o grupo que esteve na atividade presencial conheceu as dependências da nova unidade. “Os servidores da semiliberdade de Uruguaiana iniciaram uma nova etapa profissional, com troca de conhecimento e conteúdo através de uma capacitação que inaugurou a bimodalidade: presencial e virtual. Reconhecemos que temos muito a  avançar, uma vez que a categoria virtual convoca vários setores a interagirem positivamente de forma a obter sucesso. Nesse sentido, estamos trabalhando com foco na motivação e acreditando no poder da transformação por intermédio do desejo de cada um”, avalia a analista Denisse Fagundes.

Círculo de Construção

Fizeram parte desta ambientação dois Círculos de Construção de Equipe, que antecederam a formação, e foram realizados de forma virtual com as facilitadoras Denisse Fagundes (NTEV)  e Taís Favareto (CASE PF).

Confira abaixo outros depoimentos de quem participou da ambientação:

“Participar desta capacitação me proporcionou um aprendizado muito significativo. As palestras presenciais e virtuais nos permitiram estabelecer uma conexão com os colegas de outros locais, estes nos trouxeram material teórico, práticas e relatos de vivências do dia a dia nas unidades. Após esta semana de estudos, me sinto preparada e motivada para iniciar este novo desafio” – Marilia Segabinazzi, Analista Psicóloga Case Uruguaiana

“Agradeço a todos que dispuseram do seu tempo para nos acalmar e tirar nossas dúvidas. Foi muito boa essa troca de conhecimento, com certeza vamos enfrentar muitos desafios, mas estamos confiantes, e acreditamos que faremos um ótimo trabalho, de qualidade e de união” – Marta Rocha Lima, Agente Socioeducadora

“É uma construção, onde compartilhamos saberes, onde cada um na sua peculiaridade vai agregando conhecimento ao grupo. Muito orgulho desta construção histórica!” – Simone Villanova Sigounas, Agente Socioeducadora do Case Uruguaiana

“Queria agradecer a todos que se envolveram, se dedicaram e disponibilizaram um pouco do seu tempo e conhecimento para realizar capacitação. Creio que, assim como para mim, deve ter sido pra todos colegas uma experiência incrível de troca de conhecimento e informações. Saímos mais calmos e confiantes, acreditando que podemos realizar um trabalho de qualidade e que faça a diferença na vida de cada um adolescente. Obrigada pela oportunidade de fazer parte dessa equipe!” – Karen Priscilla Berger Simonetti, Agente Socioeducadora do Case Uruguaiana

177 visualizações 1 visualizadas hoje