Fase e FGTAS firmam parceria para emissão de carteiras de trabalho a adolescentes

IMG_6839

A Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase) e a Fundação de Trabalho e Ação Social (FGTAS) assinaram, em Porto Alegre, um termo de cooperação técnica, que tem por objetivo facilitar o ingresso dos adolescentes do interior do Estado no mercado, após o término da medida socioeducativa, através da emissão de carteiras de trabalho. Formalizaram a assinatura do documento o presidente da Fase, Robson Luis Zinn e o diretor-presidente da FGTAS, Rogério Grade.

Zinn afirmou que a parceria, além de recuperar a cidadania dos jovens, também facilita o ingresso em novas oportunidades quando há o desligamento, principalmente os que estão lotados nos Centros de Atendimento Socioeducativo (Cases) do interior do Estado, que atualmente não são atendidos pela Central de Documentos da Fase. “Além do Programa de Oportunidades e Direitos (POD), uma iniciativa que auxilia o adolescente após o fim da medida, ao lado da FGTAS, temos mais rapidez e agilidade na hora de emitir a carteira de trabalho, que é de suma importância para a realocação do jovem no mercado”, pontuou.

Segundo Grade, a dedicação do presidente da Fase foi o diferencial para firmar essa parceria. “Temos muito orgulho em estar realizando esse serviço, de fornecer mais oportunidades aos adolescentes”, afirmou.

O termo também inclui como responsabilidade da FGTAS, a orientação de adolescentes para a qualificação profissional e geração de trabalho e renda e a realização do cadastro dos jovens egressos junto ao Sistema Nacional de Emprego (SINE). A iniciativa atenderá as cidades de Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Santa Maria, Passo Fundo, Pelotas, Santo Ângelo, Uruguaiana e Porto Alegre.

Também participaram do ato o diretor Administrativo, José Reus, e o assessor técnico da FGTAS, Carlos Maccarini, além de servidores da Fase.

Central de Documentos

A Fase possui, há quatro anos, a Central de Documentos, que atende as unidades da Capital e Novo Hamburgo. Assim que o jovem ingressa no sistema socioeducativo, o setor providencia a regularização do Cadastro de Pessoa Física (CPF) e da situação do adolescente com o Alistamento Militar, a emissão da Carteira de Identidade, Título de Eleitor e Carteira de Trabalho. Já foram emitidos mais de 10 mil documentos.

Texto e foto: Daiana Camillo

448 visualizações 1 visualizadas hoje