Adolescentes do Case PC se formam pelo Projeto Pescar

O diretor do Case PC, Davis Kluge, cumprimenta um dos adolescentes pela formatura. / Luis Francisco Silva / Ascom FASE

O diretor do Case PC, Davis Kluge, cumprimenta um dos adolescentes pela formatura. / Luis Francisco Silva / Ascom FASE

Amigos e familiares participaram, nesta quarta-feira (18), da cerimônia de formatura, no auditório da sede administrativa, de seis adolescentes em cumpri mento de medidas socioeducativas na unidade Padre Cacique, em Porto Alegre. Os jovens integraram o Curso de Iniciação Profissional em Operações para o Comércio. Eles compõem a 1ª turma do Case PC no Projeto Pescar Imec, uma parceria entre a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase) e a rede de supermercados.

Os seis jovens entraram aplaudidos por um auditório lotado. Além dos familiares e amigos, servidores e diretoria da Fase também participaram do evento. Agentes socioeducadores e professores receberam o reconhecimento do seu trabalho junto aos adolescentes, sendo homenageados pela turma. A orientadora Lizandra C. Alfonso foi uma das homenageadas. Os pais ficaram emocionados com um vídeo de agradecimento produzido pelos jovens.

“Este diploma é o primeiro degrau de muitos que ainda virão”, comemorou o diretor da unidade, Davis Kluge. “Esta é uma grande oportunidade para a ressocialização. Pois, agora, vocês são profissionais”, completou.

O curso, com duração de 8 meses, envolveu atividades teóricas e simulação de práticas do ofício profissional. Os cursos de profissionalização oferecidos na Fase tem aberto portas para os adolescentes depois que eles deixam a Fundação. \”Dois de nossos egressos já foram contratados pela rede de supermercados Imec, após concluírem esse curso\”, conta o assessor em educação da Fase, Ricardo Aquino.

Outros jovens da Fase são beneficiados pelas parcerias da Fundação e do Projeto Pescar. Essa é a segunda turma formada em cursos oferecidos por empresas privadas. Em setembro, adolescentes do Case POA l receberam diplomas do Curso de Montagem e Manutenção de Bicicletas. Mais 400 vagas são oferecidas aos jovens da Fase também por meio da parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), que através do programa Aprendiz Legal e dos convênios com Banrisul, Corsan, CEE e Sulgás, possibilita a capacitação dos adolescentes para o mercado de trabalho.

919 visualizações 1 visualizadas hoje