Adolescentes da FASE ganham três prêmios no Festival Sesi Cine Escola

Diretor do filme, Magnus Kuhn – Foto: Dudu Leal

Foi uma noite de muita emoção, quinta-feira última, no auditório do Colégio Sevigne quando  foram apresentados e premiados os 12 curtas produzidos pelos estudantes e adolescentes que  participaram do Projeto SESI CINE ESCOLA, Meu Mundo Meu Olhar.

Os adolescentes da FASE estavam lá. Emocionados, ansiosos, vibrantes com a possibilidade  de os dois filmes por eles produzidos, “Vidas Lokas” e “Liberdade Vigiada” estarem entre os  premiados. E os dois estavam.

O Prêmio Especial do Júri foi para LIBERDADE VIGIADA, de Magnus Daniel Kuhn e VIDAS  LOKAS, de Maurício Padilha. E Liberdade Vigiada também ganhou o prêmio de MELHOR  TRILHA SONORA, com o happy de Wilian Richard Saraiva de Oliveira e Cássio Ricardo Santos  de Lemos.
Após análise dos 12 filmes concorrentes, os jurados Carlos Gerbase, Eduardo Wannmacher,  Gustavo Spolidoro e João Guilherme Barone dos Reis e Silva, resolveram atribuir os seguintes  prêmios:

– MELHOR FILME – APENAS IMAGINE, de Ivan Tavares Fagundes (Escola Especial
para Surdos LILIA MAZERON)

– PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI – LIBERDADE VIGIADA, de Magnus Daniel Kuhn
(Fundação de Atendimento Sócio Educativo – FASE)

– MELHOR DIRETOR – Ivan Tavares Fagundes, por APENAS IMAGINE (Escola
Especial para Surdos LILIA MAZERON)

– MELHOR ATOR – Vinicios Dreon, por SALA DE ESPERA (COLÉGIO SEVIGNE)

– MELHOR ATRIZ – Alessandra Lopes de Paula, por DESINCLUSÃO (Escola
Especial para Surdos LILIA MAZERON)

– MELHOR FOTOGRAFIA – Ivan Tavares Fagundes e Felipe Ávila da Silva, por
APENAS IMAGINE (Escola Especial para Surdos LILIA MAZERON)

– MELHOR ROTEIRO – Carolina Fortes e Kamila Guimarães, por SALA DE ESPERA
(COLÉGIO SEVIGNE) (Este prêmio foi anulado pois o roteiro não é original. Trata-se de plágio de um texto de autoria de Luis Fernando Veríssimo, chamado Sala de Espera. Os roteiros deveriam ser inéditos, criados pelos alunos/adolescentes)

– MELHOR MONTAGEM – orientadores de ONOFF (COLÉGIO MÃE DE DEUS)

– MELHOR DIREÇÃO DE ARTE – Gabriel Cavalheiro e Gustavo Cavalheiro, por
CONFLITOS (COLÉGIO MÃE DE DEUS)

– MELHOR TRILHA SONORA – Wilian Richard Saraiva de Oliveira e Cássio
Ricardo Santos de Lemos, por LIBERDADE VIGIADA (Fundação de Atendimento
Sócio Educativo – FASE)

– PRÊMIO DESTAQUE – pelo conjunto de atores, para DISK AMOR (COLÉGIO
SEVIGNE)

– PRÊMIO DESTAQUE – pela proposta de inclusão audiovisual de pessoas muitas
vezes esquecidas pelo cinema, para DESINCLUSÃO (Escola Especial para Surdos
LILIA MAZERON)

– PRÊMIO DESTAQUE (sugestão) – para os ORIENTADORES DAS OFICINAS

1104 visualizações 2 visualizadas hoje